icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/03/2014
16:10

Não é só a torcida do Palmeiras que está empolgada com o ótimo desempenho de Valdivia e Alan Kardec em campo. Além dos torcedores e de Gilson Kleina, o capitão Fernando Prass também elogia a fase dos companheiros às vésperas da semifinal do Campeonato Paulista diante do Ituano, às 18h30 de domingo, no estádio do Pacaembu.

- Ter o Valdivia numa grande noite ou tarde é excepcional. Ele dá cadência ao time, tem uma característica diferente, ele faz o time jogar e tem a característica do passe. Para nós sempre fica mais fácil quando ele está bem. Nem sempre isso é possível, porque em 99% dos jogos ele tem uma marcação individual.

Mesmo com marcação firme e até além do ponto do Bragantino, o Verdão venceu o Bragantino por 2 a 0 na noite de quinta-feira e garantiu mais um passo decisivo na caminhada que pode ser rumo ao título Estadual.

O gol que iniciou o triunfo veio dos pés de Alan Kardec, artilheiro do campeonato com nove gols, empatado com os já eliminados Luis Fabiano (São Paulo) e Léo Costa (Rio Claro).

- Em relação ao Alan Kardec, todo time precisa de um cara que faça gol e seja decisivo. O Alan, na função dele, é primordial ser o cara do último toque, de empurrar a bola para dentro. Pela técnica e pelo posicionamento que ele tem, ele tem essa facilidade.

Reconhecimentos individuais à parte, o goleiro palmeirense, outra peça de grande destaque na campanha alviverde, também exalta o jogo coletivo da equipe.

Eu tenho uma ideia importante no futebol que o importante é o conjunto. E eles estão se destacando, porque nosso conjunto está muito bem.

 Confira os gols do artilheiro Alan Kardec no Paulistão