icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/12/2013
19:10

O Dinamo Krasnodar não deu chances ao Banana Boat/Praia Clube na decisão do Top Vôlei, na Basileia (SUI). Neste domingo, a equipe russa mostrou-se superior na maior parte do jogo e levou a melhor sobre as brasileiras por 3 sets a 1, com parciais de 25-19, 25-17 e 17-25 e 25-19. Com isso, a equipe de Uberlândia termina com o vice-campeonato em sua primeira participação em um torneio internacional.

A última vez que um time brasileiro faturou o Top Vôlei foi em 2009, quando a Unilever derrotou o RC Cannes na decisão.

Mais cedo, o RC Cannes bateu o Volero Zürich por 3 sets a 2, com parciais de 23-25, 25-23, 28-26, 23-25 e 15-4 e garantiu o terceiro lugar.

O Praia Clube volta a jogar no dia 7 de janeiro, quando recebe o Maranhão Vôlei, às 20h, em casa, pela última rodada do primeiro turno da Superliga.

O JOGO

Diante de um adversário que conta com grandes estrelas do vôlei mundial, como a russa Sokolova e da cubana Calderón, o Praia Clube não se intimidou. Largou na frente e chegou à primeira parada técnica em vantagem de dois pontos. Mas a partir daí, o cenário foi mudando. As brasileiras sentiram a força do bloqueio russo e cederam a virada. O Krasnodar dominou a reta final do set e não teve problemas para fazer 25 a 19.

Apesar do resultado, o técnico Spencer Lee não promoveu mudanças. Manteve a equipe com Michelle e Glass nas pontas e a cubana Herrera no banco. Suas comandadas voltarm melhor e abriram 5 a 3, contando com erros da equipe russa. Mas, assim como no set anterior, as comandadas de Avital Selinger buscaram a reação. Sokolova liderou o Krasnodar com bons ataques e as mudanças de Spencer não fizeram efeito: 25 a 17

No terceiro set, a situação se repetiu: o jogo ficou equilibrado nos primeiros pontos, mas o Krasnodar logo assumiu a dianteira. Porém, com Mari e Herrera na equipe titular, o Praia teve mais poder ofensivo para brigar de igual para igual e virar o placar. A equipe chegou à segunda parada em vantagem de dois pontos e aumentou a diferença graças aos bloqueios de Mayhara. Com um ataque de Herrera, veio a vitória por 25 a 17.

Mas o bom momento do time de Uberlândia não durou muito tempo. Embora o início do quarto set tenha sido marcado pelo equilíbrio, Sokolova e cia. rapidamente dispararam no marcador. Mal na recepção, o Praia se perdeu em erros. Spencer tentou trocar Glass por Michelle, mas já era tarde. As russas comemoraram o título após um ataque de Sokolova.