icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
02/04/2014
07:03

Na última semana, enquanto o Corinthians negociava a contratação de Elias, o gerente Edu Gaspar passou alguns dias de folga viajando com a família. O fato gerou críticas entre membros da comissão técnica e da diretoria do clube.

Vale lembrar que, neste período, Gaspar era o homem forte da cúpula alvinegra, uma vez que o diretor de futebol Ronaldo Ximenes estava afastado do cargo por problemas de saúde.

Gaspar não é unanimidade entre o presidente Mário Gobbi Filho e seus pares. Apesar de ter renovado contrato com o clube até o fim de 2015, sua saída já foi cogitada. Gobbi tem aproximado o ex-lateral Alessandro do departamento de futebol profissional e das decisões do dia a dia.

Inicialmente, ele chegou para ser coordenador técnico, uma espécie de ponte entre a base e o profissional, mas agora já é considerado para virar um gerente no futuro. Alessandro, inclusive, tem viajado com a delegação alvinegra em partidas fora de casa.

Gaspar foi o único que seguiu na cúpula em 2014, depois das saídas dos diretores Roberto de Andrade e Duílio Monteiro Alves. Sua relação com o técnico Mano Menezes também não é das melhores.