icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
27/08/2015
23:47

Capitão do Internacional, o meia D'Alessandro alfinetou o Grêmio, nesta quinta, após a vitória sobre o Ituano pela Copa do Brasil. Perguntado sobre a possibilidade de um Gre-Nal na competição, D'Ale provocou o rival e afirmou que, recentemente, 'a história é muito mais rica' para o lado do Colorado do que para o lado Tricolor.

- A história fala por si só. A história é muito mais rica para esse lado do que para o outro. É muito melhor, nesses últimos anos, para esse lado aqui, vermelho, do que para o outro - disse o camisa 10 colorado, que comentou sobre a partida.

- Quando tivemos que jogar, jogamos. Quando tiver que brigar, brigamos. O jogo foi disputado e merecemos - ressaltou.

Em franca ascenção sob o comando de Argel Fucks, o Internacional vem tendo boas atuações na Copa do Brasil e Brasileirão. D'Alessandro avaliou o trabalho de Argel e do seu antecessor, Diego Aguirre.

- Acho que não dá para comparar, não gosto de fazer comparação. Nosso objetivo era muito maior do que ir às semifinais da Libertadores, mas não conseguimos. Infelizmente, no futebol, faz parte, mas o trabalho foi bom. Os dados estão aí. Quase 70% de aproveitamento com o Aguirre. Nosso começo no Brasileiro não foi bom. Chegou o Argel, com outra metologia, outra maneira de treinar, e assimilamos rápido. Faz cinco jogos que não perdemos. Tomara que continuemos dessa maneira - encerrou.

Capitão do Internacional, o meia D'Alessandro alfinetou o Grêmio, nesta quinta, após a vitória sobre o Ituano pela Copa do Brasil. Perguntado sobre a possibilidade de um Gre-Nal na competição, D'Ale provocou o rival e afirmou que, recentemente, 'a história é muito mais rica' para o lado do Colorado do que para o lado Tricolor.

- A história fala por si só. A história é muito mais rica para esse lado do que para o outro. É muito melhor, nesses últimos anos, para esse lado aqui, vermelho, do que para o outro - disse o camisa 10 colorado, que comentou sobre a partida.

- Quando tivemos que jogar, jogamos. Quando tiver que brigar, brigamos. O jogo foi disputado e merecemos - ressaltou.

Em franca ascenção sob o comando de Argel Fucks, o Internacional vem tendo boas atuações na Copa do Brasil e Brasileirão. D'Alessandro avaliou o trabalho de Argel e do seu antecessor, Diego Aguirre.

- Acho que não dá para comparar, não gosto de fazer comparação. Nosso objetivo era muito maior do que ir às semifinais da Libertadores, mas não conseguimos. Infelizmente, no futebol, faz parte, mas o trabalho foi bom. Os dados estão aí. Quase 70% de aproveitamento com o Aguirre. Nosso começo no Brasileiro não foi bom. Chegou o Argel, com outra metologia, outra maneira de treinar, e assimilamos rápido. Faz cinco jogos que não perdemos. Tomara que continuemos dessa maneira - encerrou.