icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/11/2014
16:51

Com uma temperatura negativa na Bielorrússia, o Porto não tomou conhecimento do BATE e venceu por 3 a 0, nesta terça-feira, pelo Grupo H da Liga dos Campeões. O mexicano Herrera, o colombiano Jackson Martínez e o espanhol Tello fizeram os gols dos portistas, que agora somam 13 e ocupam de forma isolada a liderança. Por sua vez, o time da casa, com três pontos, não tem mais chances de classificação à próxima fase. De quebra, esse resultado "classificou" o Shakhtar Donetsk, que soma oito pontos e ainda nesta terça-feira enfrenta o Athletic Bilbao.

PRIMEIRO TEMPO 

O primeiro tempo na Bielorrússia foi tão frio quanto a temperatura que os termômetros apontavam: seis graus negativos. Talvez, alguns motivos expliquem esse gelado futebol entre BATE e Porto. O time da casa, mesmo iniciando a partida com remotas chances de classificação, foi o saco de pancadas do Grupo H na atual edição da Champions League. Levou duas goleadas do Shakhtar Donetsk, 7 a 0 e 5 a 0, e uma do próprio Porto: 6 a 0. Além disso, os portistas já entraram em campo classificados, e um empate fora de casa nas condições climáticas encontradas não seria um resultado ruim para seguir forte na briga pela primeira colocação.

Com a bola rolando, foram poucos os momentos em que a torcida se levantou na Borisov Arena. Com mais posse de bola e força ofensiva, o Porto teve sua chance de maior perigo - a melhor do jogo na etapa inicial - em uma cobrança de falta. Brahimi, aos 43, assustou o goleiro Chernik.

GOLS E VITÓRIA PORTISTA

O segundo tempo começou mais movimentado. O Porto, melhor taticamente, se lançou ao ataque para tentar resolver a partida e garantir os três pontos. Pressionando a saída de bola, os portistas abriram o placar. Casemiro desarmou um adversário e serviu Herrera. O meia mexicano acertou um lindo chute de fora da área para anotar 1 a 0. Pouco depois, o clube português ampliou com seu artilheiro: Jackson Martínez recebeu de Herrera na área e bateu no canto de Chernik.

Com a vitoria adiantada, o Porto controlou o jogo, teve até mais oportunidades e deixou a bola correr. O técnico Julen Lopetegui aproveitou para fazer algumas mudanças, ganhar tempo e dar mais fôlego ao time. Tello entrou no lugar de Quaresma, enquanto Adrián López entrou na vaga de Brahimi. Tello, inclusive, fechou a conta ao aproveitar belo passe de Herrera para estufar a rede.