icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/03/2014
20:24

No dia em que o ídolo Adrianinho completou 200 jogos pelo clube, a Ponte Preta não decepcionou a torcida e bateu o Oeste por 2 a 1 no Moisés Lucarelli. Enquanto os jogadores do Rubrão se descontrolavam com as marcações do trio de arbitragem, a Macaca colocou a bola no chão e levou a melhor na 11ª rodada do Campeonato Paulista.

Logo aos quatro minutos, Ademir recebeu passe rasteiro de Alemão e abriu o placar para os campineiros. Já aos 17, Jeferson Paulista acertou belo chute e empatou, mas a alegria dos visitantes terminou ainda no primeiro tempo. Quando o cronômetro marcava 40 minutos, o lateral-direito Eric cortou cruzamento com a mão e o árbitro assinalou pênalti. Alemão converteu, chegou ao quinto gol no Paulistão e fechou a conta no Majestoso. Na etapa complementar, César e Silvinho, da Macaca, e Artur, do Rubrão, foram expulsos.

Com o resultado, a Ponte Preta chega aos  21 pontos e deixa o São Bernarndo para trás no Grupo C. O time de Campinas também mantém a diferença de cinco pontos para o líder Santos. Já o Oeste permanece com cinco e se vê cada vez mais afundado na zona de rebaixamento e na lanterna do Grupo D.

O Paulista visitou o Rio Claro no Augusto Schmidt e perdeu por 2 a 0. Foi a nona derrota do Tricolor em 11 partidas no ano. Os gols foram marcados por Léo Costa, que completou 27 anos ontem. O meia mostrou categoria e converteu dois pênaltis ainda no primeiro tempo para sacramentar a vitória do Galo Azul e chegar à artilharia do Paulistão com sete gols ao lado de Henrique, da Portuguesa.

O Rio Claro chega a 18 pontos e abre dois para o Bragantino na vice-liderança do Grupo D e fica a oito do Palmeiras. Já o Paulista permanece na lanterna geral e do Grupo C com apenas dois pontos. Os tricolores têm mais quatros partidas para tirar oito pontos do Linense, primeiro fora da zona de rebaixamento.