icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2014
21:03

O Vasco faz, hoje, o primeiro de uma série de três jogos seguidos contra a Ponte Preta. O duelo que começa, às 22h, no Moisés Lucarelli, é pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, e terá transmissão em tempo real do LANCE!Net. O Cruz-Maltino terá apenas uma mudança no time que empatou com o América-RN, no sábado, pela Série B do Brasileiro. No time mandante, dificuldades dentro e fora de campo.

MUITOS PROBLEMAS

A Ponte Preta chega para o confronto com o clima um pouco pesado. Após a derrota para o Avaí, pela Série B do Brasileiro, na última sexta-feira, a diretoria demitiu o técnico Dado Cavalcanti. Parraga, coordenador das categorias de base, comanda a equipe hoje. Além disso, seis jogadores já disputaram a Copa do Brasil por outro clube. Além disso, três ainda estão lesionados.

PARA EMBALAR

O time de Adilson Batista busca, finalmente, embalar na temporada. Mas o adversário desta noite não traz boas lembranças à equipe: o time não conseguiu vencer nas últimas 16 partidas disputadas na casa do rival. Mais que isso, muitos torcedores apontam o duelo do ano passado como fatal para o rebaixamento. Derrota por 2 a 1. O time terá como mudança apenas a entrada de Aranda no lugar do lesionado Pedro Ken.

- Muda um pouco, mas não é que com o Aranda o time fique mais defensivo, até por que eu posso, por exemplo, revezar, liberar mais o Guiñazú também. Mas tudo isso depende do adversário. O Pedro Ken é polivalente, chega um pouco mais ao ataque. O que nós cobramos dos jogadores é que intensifiquem a qualidade do passe nos treinamentos - disse o técnico Adilson Batista.

PONTE PRETA X VASCO

Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data-hora: 23/7/2014, às 22h (horário de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-Fifa)
Auxiliares: Janette M. Arcanjo (MG-Fifa) e Pablo A. Costa (MG).

PONTE PRETA: Roberto, Daniel Borges, Raphael Silva, Luan e Magal; Adilson Goiano, Juninho, Alef e Adrianinho; Edno e Alexandro - Técnico: Parraga.

VASCO: Martin Silva, Carlos César, Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Guiñazú, Aranda, Fabrício e Douglas; Kléber e Thalles - Técnico: Adilson Batista.