icons.title signature.placeholder Igor Ramos
11/06/2014
21:33

A curiosidade de um torcedor em ver o treino da França de um ângulo nada convencional deixou a Polícia Federal em estado de alerta na tarde de terça-feira no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Os oficiais identificaram o drone que sobrevoou o estádio e alertaram sobre a possibilidade de apreensão do aparelho.

- Para poder utilizar esses veiculos não tripulados é preciso homologação da Anatel (Agência Nacional de Tecnologia) pois utilizam rádio frequência, na maioria deles. Se não tiver, eles são proibidos, pois a radiofrequência atrapalha uma série de equipamentos em volta - explicou o delegado da Polícia Federal em Ribeirão Preto, Paulo Víbrio Júnior. Segundo ele, além da regulamentação da Anatel, os drones precisam de licença da Anac (Agência Nacional de Aviação).

- Em São Paulo já apreenderam mais de 20 objetos como este e e dependendo do delegado que fizer a apreensão pode entender que é crime, pois o dono terá que provar a procedência - disse o delegado.

Homem tenta lançar drone em Ribeirão Preto (Foto: Igor Ramos)

Durante a Copa do Mundo o espaço aéreo é limitado onde estão as seleções, e os agentes de segurança trabalham para evitar qualquer risco de ameaça as delegações estrangeiras.

- Existe um perigo a vida humana, se por exemplo cair sobre alguém, e também a questão da privacidade de jogadores e treinadores no seu trabalho - completou o policial.

ESPIÃO NO TREINO FECHADO

No treino fechado da tarde desta quarta-feira, o objeto mais uma vez deu uma espiadinha rápida nos Bleus, e logo voltou para a sua "base" para evitar problemas.

- O objetivo era só de registrar boas fotos pois é um momento histórico para a cidade. Fomos alertados e não vamos repetir. Nosso foco é empresarial, não somos jornalistas ou mal intencionados. Apenas quisemos mostrar a beleza dessa festa - disse o proprietário da empresa gsdrone, que pediu para não ser identificado.

O equipamento mostrou um pouco do treino após ter sido fechado aos jornalistas.

Até então, o que o drone não tinha mostrado foram os jogadores fazendo um trabalho com o preparador físico Eric Bedouet dividos em três grupos. Após os 15 minutos iniciais, sem a presença dos jornalistas, o técnico Didier Deschamps treinou a sua equipe utilizando metade do campo. O mini-coletivo observado pelo drone espião não deu a mostra do que pretende o treinador para a partida de estreia, contra Honduras, no domingo em Porto Alegre. Isso porque, o zagueiro Laurent Koscielny e o atacante Olivier Giroud foram poupados. Ambos fizeram trabalho de musculação no vestiário.

Já o zagueiro Sakho treinou com uma proteção no joelho direito, após passar por uma ressonância magnética pela manhã.

O mais provável é que Deschamps leve a campo a mesma equipe que masacrou a Jamaica por 8 a 0, no último amistoso antes da Copa, realizado em Lille.

Os Bleus entraram em campo com Lloris; Evra, Sakho, Varane e Debuchy; Matuidi, Cabaye e Sissoko; Valbuena, Giroud e Benzema.