icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
04/11/2014
19:10

No dia seguinte ao anúncio de que a bandeirinha Fernanda Colombo passará a fazer parte do quadro de árbitros da Federação Pernambucana, o presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfim de Pádua Peixoto Filho, não poupou críticas a ela. Em entrevista ao "Diário Catarinense", o dirigente afirmou que a auxiliar, elevada pela mídia ao posto de "musa da arbitragem", havia sido afastada há três meses por atitudes não condizentes com a profissão:

- Logo depois do Catarinense, chamamos ela para conversar. As atitudes dela saiam daquilo que a arbitragem deve e pode ser. Ela estava mais preocupada em ser modelo, vedete, participar de ensaios fotográficos! Avisamos que ela podia procurar outra Federação que aqui ela não ia mais ficar.

Delfim de Pádua declarou que tentou discutir a situação dela em duas oportunidades, mas em uma, Fernanda não teria aparecido. Em seguida, o presidente insinuou que a bandeirinha estava deslumbrada em sua trajetória.

- Ela achava que estava com a bola toda, que estava acima de tudo. O que ela não entendeu é que ela ainda estava começando. Ela não é uma Neuza (Ines Back) ou uma Nadine (Bastos). Ela é igual a todo mundo.

Fernanda Colombo iniciará suas atividades na Federação Pernambucana de Futebol (FPF) já no final de 2014. O Campeonato Estadual terá início em 7 de dezembro.