icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2013
09:53

Maior ídolo da história do futebol francês, ao lado de Zinedine Zidane, o atual presidente da Uefa, Michel Platini, não está muito preocupado com a situação da seleção do seu país na repescagem das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo. O dirigente disse que se os Bleus não se classificarem para o Mundial, não será nada demais.

- Não vai ser o fim do mundo, há problemas mais importantes neste momento. Mas tudo é possível. Alguém imaginava que a Ucrânia ganhar da França por 2 a 0? A beleza do futebol está nestes resultados inesperados - disse Platini em entrevista ao jornal francês L'Équipe.

O dirigente não quis falar sobre escândalos de arbitragem e se há motivos para suspeitar do esloveno Damir Skomina, ao ser recordado sobre o famoso lance de mão de Henry, na repescagem para a Copa do Mundo de 2010 contra a Irlanda, que acabou no gol de Gallas.

- Eu nem sequer sei quem é o árbitro. O jogo está sob alçada da Fifa, e não da Uefa - concluiu.