icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
11/06/2014
14:52

Apesar de ter recebido das mãos de Juninho Pernambucano, no encontro da manhã desta quarta-feira, uma camisa personalizada da Seleção Brasileira, o meia Andrea Pirlo, como muito bom humor, explicou que não vai vestir a amarelinha.

- Nunca fui naturalizado brasileiro... Foi um bom gesto, ele me deu também uma camisa do Vasco com a filha dele - contou o jogador italiano, em coletiva dada em Mangaratiba, local da preparação italiana.

O craque da Azzurra deu mais alguns detalhes sobre o encontro com o Reizinho.

- Ele foi carinhoso comigo. Falei dele no meu livro. Agradeci a visita e ele me deu uma camisa de presente. Ficou emocionado de conhecer-me e eu também - acrescentou.

Pirlo é admirador declarado de Juninho. Em sua biografia, o italiano revelou que teve o brasileiro como inspiração para cobrar faltas.

Ainda sobre o assunto bola parada, um jornalista perguntou a Pirlo que conselho ele daria se o repórter quisesse melhorar nas cobranças de falta. Pirlo, irreverente, respondeu:

- É melhor você nem tentar.