icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
05:21

Georges Saint Pierre realizou sua defesa de cinturão mais difícil no UFC 167, que aconteceu neste sábado, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Após cinco rounds, o canadense foi declarado vencedor por decisão dividida, contra o americano Johny Hendricks. Após o confronto, o próprio campeão confirmou que foi a luta mais dura de toda a sua carreira até aqui.

- O soco do Hendricks foi o mais forte que já senti. O soco dele parece um caminhão. Foi a luta mais difícil que já fiz. Deixei o emocional atrapalhar um pouco meu desempenho, mas acho que venci três rounds. Dei tudo que podia dentro do octógono - comentou o atleta, em entrevista coletiva pós-evento.

Ainda no octógono, após ter batido Hendricks, GSP deixou no ar uma possível aposentadoria. Posteriormente, na coletiva, o atleta voltou a analisar o assunto, mas revelou ainda não ter uma decisão tomada.

- Entendo o ponto de vista do UFC de que seria ruim se eu saísse agora. Nunca daria minhas costas à organização. Tenho que pensar sobre o assunto, pois tenho problemas para resolver e não tenho conseguido dormir ultimamente. Estou ficando maluco - completou.

Com o triunfo no UFC 167, Georges Saint-Pierre tornou-se o lutador com maior número de vitórias (19) no Ultimate. Segundo Dana, o atleta não deve aposentar-se em breve, e uma revanche imediata contra Hendricks pode ser realizada.