icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/03/2014
13:07

Phil Jackson foi nomeado nesta terça-feira como o presidente do New York Knicks, uma das 30 franquias da NBA, e terá contrato de cinco anos. O novo homem-forte da franquia tentará tirar a equipe do buraco e, para isso, receberá cerca de R$ 28 milhões por temporada, segundo informou o "New York Times". Ele concede entrevista coletiva nesta tarde.

Jackson, de 68 anos, foi um dos técnicos mais marcantes da NBA, e também o mais vitorioso: obteve 11 títulos ao todo, sendo seis com o Chicago Bulls, de Michael Jordan, e cinco com o Los Angeles Lakers, do astro Kobe Bryant. Ele, que estava afastado há seis anos, volta à liga como dirigente.

Esta, porém, não será a primeira passagem de Jackson pelo Knicks. Como jogador, ele, que atuava como pivô, foi bicampeão da NBA pela franquia da "Big Apple", em 1970 e 1973. Estes, aliás, foram os únicos títulos conquistados pelo time de Nova York.

O anúncio de sua chegada à franquia começou com uma imagem de Jackson vestindo a camiseta do Knicks na década de 1970. Em seguida, a mensagem "Nova York dá as boas-vindas para Phil" e vídeos dele atuando pela franquia.

- A ideia de desenvolver uma cultura é uma palavra exagerada neste momento na NBA, mas foi isso que me trouxe aqui. Eu acredito em um sistema no basquete. Eu saí daqui com um sistema. E acredito que isso é algo que queremos agregar aqui - disse Phil.

Atualmente, o Knicks está em nono na Conferência Leste da NBA, com apenas 27 vitórias em 67 partidas, e pode ficar fora dos playoffs. O time nova-iorquino conta com nomes de peso na equipe, como Carmelo Anthony e Tyson Chandler.