icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2013
10:06



Em 2010, Dorival Júnior substituiu Vanderlei Luxemburgo no comando da equipe do Atlético-MG e pegou um time em penúltimo lugar, a sete pontos de se livrar da zona de rebaixamento, mas ainda restavam 14 jogos. Em 2013 a história de substituir Luxa se repete, mas a distância para sair da zona é de apenas um ponto e restam apenas cinco jogos. É nessa história e no estilo do novo técnico tricolor que o presidente do clube, Peter Siemsen, se apega.

- Ele já conseguiu salvar o Atlético-MG a sete pontos da zona de rebaixamento. Futebol é momento , tem que analisar as condições do clube e o que necessita nesse momento, O Dorival é uma pessoa direta, objetiva, tem um perfil que motiva, é importante ter esse perfil e ele ja tem histórico de trabalho sob pressão maior do que essa. Acreditamos nesse trabalho dele e vamos conseguir sair dessa situação - confia Peter.

Em plena campanha eleitoral para continuar por mais três anos no cargo de presidente do clube, Peter Siemsen ressaltou que o momento do Fluminense é deixar a política de lado e focar em livrar o Tricolor desta situação complicada na tabela do Campeonato Brasileiro.