icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
29/11/2014
20:33

Wlademir Pescarmona mostrou aceitar a sua derrota após o resultado da eleição presidencial do Palmeiras, realizada neste sábado, na sede social do clube. O candidato da oposição parabenizou Paulo Nobre pela reeleição, mas cutucou seu adversário e disse que não aguentava mais sofrer.

- Tomara que ele tenha aprendido com os erros do passado. Não consigo mais sofrer, e vou torcer por ele - disse, ainda na sede.

Após a eleição, uma confusão se armou dentro do Palmeiras. A torcida organizada Mancha Alviverde, que passou o dia protestando contra Nobre, tentou invadir o clube e a polícia teve que agir. Mais calmos, os presentes na Rua Turiassu viram Pesarcoma sair do clube visivelmente emocionado.

Candidato da oposição, Pescarmona recebeu 1.611 votos, contra 2.421 de Paulo Nobre. O candidato continuou seu discurso:

- Parabéns a ele, tomara que seja feliz, nos tire dessa situação. Vou continuar aqui todos os dias, torcendo para o time sair dessa situação.