icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
17:04

Martín Dallorso perdeu o pênalti que deixou o Fuerza Minera fora da Copa do Peru, depois do confronto contra o Saetas de Oro, na última quinta-feira, no Estádio Municipal de Putina. Neste final de semana, o jogador, responsável pela eliminação, veio a público e revelou que foi agredido por dirigentes do próprios clube depois do ocorrido.

Segundo entrevistas de Dallorso à imprensa peruana, o plantel do Fuerza Minera estava reunido no ônibus para deixar o estádio, quando dois dirigentes (um deles, o vice-presidente) pediram para o elenco baixar, menos o jogador que perdeu o pênalti. Os cartolas, armados, subiram, ameaçaram o atleta e começaram a agredí-lo.

Os golpes fizeram com que o jogadores precisasse levar cerca de 12 pontos. Dallorso promete processar o Fuerza Minera. Em contrapartida, o clube negou o envolvimento na agressão.

Com dois jogadores a menos, o Saetas eliminou o Fuerza Minera e garantiu vaga nas quartas de final da Copa do Peru.