icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/11/2013
20:30

Ao fim da partida contra o Santos, neste domingo, Marcelo Oliveira concedeu a entrevista coletiva para a imprensa ainda no gramado da Vila Belmiro para falar sobre a vitória, que deixou o Cruzeiro com as duas mãos na taça do Brasileirão. O técnico valorizou muito a entrega e elogiou a postura do time mineiro dentro de campo.

– Nosso mérito foi o equilíbrio. Marcamos o Santos que é uma equipe muito técnica e habilidosa, mas nosso equilíbrio entre a defesa e o ataque foi essencial. O time jogou muito bem. Conseguimos marcar bem e fomos coroados com o gol do Éverton - falou o treinador, que gritou bastante durante a partida.

– Às vezes temos que gritar um pouco, corrigir o posicionamento. O jogo estava perigoso, apesar do jogo bom que o Cruzeiro fez. Mas isso vale a pena, o técnico também tem que participar. Amanhã eu já estou bem e preparado para o próximo jogo - completou Marcelo, já com a voz bastante desgastada.

Com dois vice-campeonatos da Copa do Brasil à frente do Coritiba, Marcelo está bem próximo de fazer história no Cruzeiro. Humilde, o treinador falou da importância do título para o clube, acostumado com grandes conquistas, e para os jogadores, que estarão cada vez mais valorizados.

– Meu pensamento é no clube. O título é mais importante para o Cruzeiro, mas valoriza-se todos os jogadores. Tive a oportunidade de levar o Coritiba a uma posição em que ele nunca tinha disputado. Não deu, mas agora podemos ser coroados. Temos que frisar o trabalho conjunto de todos - concluiu.

Cruzeiro domina partida e vence Santos por 1x0