icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
18/11/2014
17:31

Feliz. É assim que o técnico do Galo, Levir Culpi, define o seu atual estado de espírito. Entretanto, o sentimento é bastante diferente quando o assunto são os problemas disciplinares que o time enfrentou recentemente com Emerson, André e Jô.

O treinador disse que se sentiu derrotado com a dispensa dos jogadores por não ter conseguido passar a sua filosofia de trabalho.

- Eu não me senti traído. Eu me senti derrotado. Dentro do meu trabalho foi a pior coisa que me aconteceu. Foi falha minha, eu não consegui passar para os jogadores o que eles deveriam fazer. Eles não conseguiram entender o recado. Eu fico chateado, mas como pessoas eles são muito queridos, de boas índoles e amigos - declarou Levir ao programa Arena Sportv.

Apesar do incidente, o treinador faz um balanço positivo dos sete meses de trabalho a frente do Atlético-MG. Segundo ele, o grupo está bastante unido. Também por isso, revelou que já adiantou as conversas para a renovação do contrato.

- Tenho conversado com dirigentes sobre a possibilidade de sequência, mas não quero tirar o foco do momento decisivo. Há uma conversa. Não temos certeza do que vai acontecer, mas me sinto bem, respeitado por todos - afirmou o técnico.

Aos 61 anos, Levir foi contratado para substituir Paulo Autuori, demitido em Abril. Seu atual contrato tem duração em dezembro.