icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
21/04/2014
10:02

O Comitê de Gestão do Santos ainda não decidiu se dará “sobrevida” ao experiente Léo, que tem contrato por apenas mais nove dias com o clube. O jogador, de 38 anos, já foi defendido publicamente por Oswaldo de Oliveira, mas sua situação física é motivo de preocupação para o departamento médico.

Depois de passar os primeiros meses do ano se recuperando de uma lesão no joelho direito, Léo reclamou recentemente de um incômodo no joelho esquerdo, já em tratamento. A lesão é simples, e não deve comprometer a sequência de sua carreira, caso a diretoria santista opte pelo prolongamento do vínculo até o fim do Brasileirão.

Dentro do Comitê de Gestão, Léo tem seus defensores, mas a maioria não vê com bons olhos a renovação e até o departamento de marketing já foi acionado para planejar um jogo de despedida. A ideia é definir a situação até quarta-feira para que alguma ação já seja colocada em prática no domingo, data de seu último jogo sob contrato, que será contra o Coritiba.