icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
22/02/2015
15:46

Na noite do último sábado, tornou-se pública a possibilidade iminente do goleiro reserva do São Paulo, Denis, ser submetido a uma cirurgia para correção de instabilidade no ombro direito. A notícia chega em um momento em que o camisa 12 do Tricolor vinha se preparando ainda mais para assumir a vaga de Rogério Ceni, que deve se aposentar no início de agosto.

E essa preparação intensa de Denis, além dos trabalhos específicos para a posição comandados pelo preparador de goleiros Haroldo Lamounier, passa também pelos treinos de cobranças de faltas. Todos os dias no CT da Barra Funda, o reserva imediato do Mito passa quase uma hora no gramado calibrando o pé em faltas na entrada da área.

Denis tem a ajuda de alguns membros da comissão técnica para posicionar a barreira de metal e um conjunto de bolas. Já sozinho, busca o gol de variadas formas - por cima ou pelo lado da barreira, no canto do "goleiro" - corre com disposição para juntar as bolas novamente e iniciar nova série de batidas.

O reserva, apesar de seguir os passos brilhantes de Rogério Ceni como goleiro-artilheiro, não quer ser comparado com o ídolo são-paulino. Por isso, não permite que sejam feitos vídeos de seus treinos. As lentes do LANCE!Net conseguiram flagrar uma das cobranças de Denis dias antes da possibilidade da cirurgia vir à tona.

O camisa 12, no entanto, não é o único goleiro que tem tido rotina intensa de treinos no CT da Barra Funda. Renan Ribeiro, terceiro na relação de arqueiros do São Paulo, também se acostumou a ficar mais tempo trabalhando no gramado. Formado no Atlético-MG e no Tricolor desde 2013, ele tem feito corridas sob acompanhamento do preparador físico Zé Mário Campeiz e, algumas vezes, até treinos técnicos com Haroldo Lamounier.