icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/04/2014
12:31

Nascido em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Emerson Sheik, do Corinthians, que acerta os últimos detalhes para ser anunciado como reforço do Botafogo, teve passagens vitoriosas por dois rivais alinegros: a dupla Flu-Flu. Por outro rival, o Vasco, apesar de não ter jogado em São Januário, o atacante tem ligação afetiva, já que seria torcedor do clube desde a infância.

Revelado pelo São Paulo, antes de brilhar no Rio, Emerson foi para o Japão, passou pelo Catar e pela França antes de voltar ao Brasil para defender o Flamengo, no início de 2009. Com muita raça , bom futebol e gols, ele logo conquistou seu lugar no time titular no time rubro-negro e no coração dos torcedores. Na Gávea recebeu o apelido de Sheik.

No entanto, em agosto daquele ano, recebeu uma proposta milionária do Al Ain, dos Emirados Árabes, e deixou a Gávea. Mesmo assim deu uma boa contribuição para a conquista do Campeonato Brasileiro. Antes, no primeiro semestre, havia conquistado o Campeonato Carioca.

Assaf: Sheik pode ser um ótimo reforço para o Botafogo

TÍTULO E SAÍDA CONTURBADA DAS LARANJEIRAS

Menos de um ano depois de deixar a Gávea, Emerson deixou o Al Ain, retornou ao Rio e acertou sua ida para as Laranjeiras. Ele estreou pelo Tricolor em um clássico contra o Botafogo, onde marcou um gol. Em grande fase, teve uma lesão, mas se recuperou em tempo de voltar e marcar o gol da vitória sobre o Guarani, em dezembro daquele ano, que garantiu o segundo título brasileiro dele, de forma consecutiva.

Em abril do ano seguinte, na Argentina, onde o Fluminense se preparava para enfrentar o Argentino Juniors, pela Libertadores, Emerson foi afastado do elenco tricolor pelo presidente. Sheik foi acusado de cantar um funk que fazia alusão ao Flamengo. O fato nunca se confirmou, mas a partir dali, ele ficou livre para acertar com o Corinthians, onde confirmou a fama de vencedor mais uma vez.

TORCEDOR DO VASCO?

Já a história de Emerson com o Cruz-Maltino é antiga. Segundo o ídolo vascaíno Edmundo, Sheik assistia aos treinos do Vasco na época em que ele atuou pelo clube da Colina. Em maio de 2012, antes da partida entre Vasco e Corinthians, pela Libertadores, o Animal deu a seguinte declaração:

- Conheço Emerson desde os tempos em que ele assistia aos nossos treinos lá no Vasco. Ele era o “Marcinho Vascaíno” - disse o Animal.