icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/02/2015
12:32

O clássico entre Corinthians e São Paulo na abertura do Grupo 2 da Copa Libertadores da América é o grande assunto do momento e tem pautado os planos de Muricy Ramalho. O técnico agendou treino tático para a manhã deste sábado, horas antes do confronto com o Bragantino pelo Campeonato Paulista, e pode poupar alguns titulares do Tricolor. Nessa lista aparece até mesmo Rogério Ceni.

- Estou olhando com carinho para o Rogério, porque sempre sente alguma coisa no pós-jogo. Como não tem muito tempo para recuperar, podemos tirá-lo. A maioria vai ser relacionada, porque não tem tantos jogadores assim, mesmo com a volta do Rodrigo Caio e do Paulo Miranda. Mesmo que não joguem, vão para o banco. E amanhã (sábado) vai ter treino pela manhã - prometeu.

Já nesta sexta-feira, Muricy fechou a primeira hora dos trabalhos no CT da Barra Funda para fazer ajustes táticos na equipe e vai repetir a dose neste sábado. A partida contra o Bragantino pela 5ª rodada do Estadual está marcada para as 18h30 em Bragança Paulista, permitindo ao técnico um intervalo razoável entre o treinamento e o confronto. Em entrevista coletiva, Muricy explicou a opção por treinos fechados e pela atividade em dia de jogo.

- Não será uma loucura. Hoje (sexta) fizemos um tático com Dória e Centurión para o time contra o Bragantino. O de amanhã (sábado) de manhã será normal, sem loucura, só para compensar o domingo de folga e deixar os jogadores atentos. Às vezes vocês ironizam os treinos fechados. Se é fora do país é legal, aqui vocês reclamam. A gente faz para poder falar duro com os jogadores, falar palavras pesadas, aí precisa de privacidade - justificou.


Além de Rogério Ceni, o volante Denilson é outro que tem grandes chances de ser sacado do time em Bragança Paulista. O camisa 15, ao lado do Mito e do lateral-direito Bruno, é o único que disputou todas as seis partidas do São Paulo na temporada e vem se desgastando muito em campo. A entrega e a capacidade técnica foram elogiadas por Muricy.

- O Denilson nunca tem contusão, mas sempre tem probleminhas. Quebrou o dedo contra o Santos, sempre faz gelo, percorre mais quilômetros e está num ótimo momento. É o melhor do time hoje, então temos que cuidar dele - destacou.