icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
25/11/2014
16:47

A novela entre São Paulo e Penalty para o lançamento da camisa especial de Rogério Ceni segue se estendendo. A distribuição do produto, tratado como o último uniforme da carreira do goleiro-artilheiro, começaria nesta terça-feira, mas foi adiada. A fornecedora de material esportivo aguarda um aval do Tricolor para começar a entregar as camisas.

Imagens do fardamento especial vazaram na última segunda-feira, pouco antes de uma reunião entre as duas partes ter início no Morumbi. O presidente são-paulino Carlos Miguel Aidar convocou o mandatário da marca brasileira, Paulo Ricardo, para o encontro, mas o desfecho das conversas é mantido em segredo.

Sabe-se, porém, que Aidar apresentaria proposta de rescisão amigável com a Penalty, que irritou o clube após "encerrar" a carreira de Ceni em cartaz que vazou na internet. O São Paulo também se mostra preocupado com a rejeição da torcida com a fornecedora e já tem engatilhado o acerto com uma outra marca.

Do lado da Penalty, a expectativa é que os tricolores autorizem a distribuição da camisa de Rogério Ceni ainda nesta terça-feira. Caso isso aconteça, os torcedores que aderiram à pré-venda na internet já devem começar a receber o produto. Em um cenário mais pessimista, a entrega dos uniformes começaria no fim da semana.