icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
29/11/2014
14:54

O drama pessoal envolvendo Pelé não passou despercebido nos boxes da Stock Car em Curitiba, palco da última e decisiva prova da temporada 2014. Mesmo envolvida na luta por títulos inéditos de equipes e com seus dois pilotos, a Prati-Mico’s Racing está prestando homenagem ao rei do futebol, internado desde a semana passada no Hospital Albert Einsten, em São Paulo, em razão de problemas renais. Desde os treinos livres deste sábado, Júlio Campos e Antonio Pizzonia, respectivamente 4º e 5º colocados na classificação geral, estão levando a mensagem "Força, Pelé!!", adesivada na parte superior traseira dos carros.

O curitibano Campos, torcedor do Atlético Paranaense, e o amazonense Pizzonia, que sempre manifestou seu apreço ao São Paulo, decidiram reverenciar o maior jogador de futebol de todos os tempos depois de tomar conhecimento do seu estado de saúde.

- Pelé é um orgulho de todos os brasileiros e fez muito não apenas pelo esporte, mas pela imagem do País no exterior. Estamos todos apreensivos, mas confiantes em sua recuperação - afirmou.

Pizzonia endossou as palavras do companheiro:

- Pelé nunca teve medo de cara feia dos zagueiros e vai sair dessa do mesmo jeito que escapava dos adversários. Não apenas nós, mas todos aqui na equipe estão na torcida por ele. Felizmente, as notícias de ontem já indicam um quadro bem melhor que o da véspera.

Domingo, na reunião geral que antecede a saída dos carros dos boxes para o alinhamento no grid, engenheiros, mecânicos e pilotos devem fazer uma oração especial pelo craque que imortalizou a camisa 10.