icons.title signature.placeholder David Nascimento
20/11/2013
09:01

O LANCE!Net teve acesso ao contrato de Paulo Pelaipe com o Flamengo. Conforme a De Prima divulgou na última terça-feira, o diretor executivo já foi comunicado da decisão de que o vínculo dele com o clube não será renovado no fim deste ano e, assim, o dirigente torce mais do que nunca para que o Fla conquiste a Copa do Brasil. Isto porque, como estabelecido no item 4.2 da cláusula quarta do acordo, o título renderá a Pelaipe uma premiação de R$ 360 mil.

Os valores a serem pagos a Paulo Pelaipe foram estabelecidos em contrato a partir do salário bruto que ele recebe: R$ 90 mil. O prêmio da Copa do Brasil, por exemplo, corresponde a quatro vezes o salário dele e é o único que ele ainda pode ganhar pelo Flamengo. O prêmio mais baixo para o diretor seria de R$ 180 mil pela conquista do Campeonato Carioca. Já os mais altos são de R$ 450 mil nos casos de títulos do Brasileiro, Libertadores ou Mundial da Fifa.

Vale lembrar que a premiação dos jogadores e comissão técnica, segundo o clube, já foi decidida, mas não foi divulgada. Nas fases anteriores, a classificação para as quartas de final rendeu R$ 300 mil para elenco e comissão dividirem, R$ 400 mil pela ida à semifinal e R$ 600 mil para a vaga na decisão. Nestes casos, o elenco dividiu 70% do total e a comissão 30%.

Paulo Pelaipe recebe do Flamengo por meio da empresa PRP Consultoria Esportiva Ltda., da qual é o dono, com sede em Porto Alegre. O contrato foi assinado no dia 2 de janeiro deste ano e é válido por 12 meses, renováveis automaticamente pelo mesmo período, exceto se até o primeiro dia de 2014 alguma parte manifestar por escrito o desejo contrário, de acordo com o item 7.1 da cláusula sétima, o que deve ser feito pelo Fla. Vale destacar também que a rescisão não gerará custos a nenhuma das partes, segundo a cláusula nona.

> Confira detalhes do contrato de Paulo Pelaipe com o Flamengo: