icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2014
22:54

Oswaldo de Oliveira viu na Copa do Brasil a chance de motivar o elenco e escalou um time alternativo para enfrentar o Londrina na noite desta quinta-feira. E a dificuldade que o torcedor alvinegro teve para identificar os jovens escalados parece ter sido a mesma dos garotos no Estádio do Café. O Peixe, então, caiu por 2 a 1 e tem duas semanas para repor as reservas e tentar a classificação às oitavas de final.

Enquanto os santistas depositaram as esperanças nos volantes Renato e Souza para compensar a inexperiência do restante do time, os paranaenses apostavam nos brilharecos de Celsinho. A joia descoberta pela Portuguesa, mas nunca lapidada, foi vigiado de perto e mesmo assim descolou passes precisos para os companheiros de ataque aproveitarem a desorganização da defesa paulista.

A zaga praiana começou formada por Paulo Ricardo e Vinicius Simon, que voltou após quatro empréstimos. Mas a alegria do beque pelo retorno durou pouco mais da metade do primeiro tempo. Simon já havia sofrido com o carismático Joel, o brigador centroavante camaronês que abriu o placar aos 23 minutos, quando sentiu problema muscular na coxa esquerda e deu lugar a Nailson.

Como combustível para a torcida alviceleste, que veria o time chegar a 11 jogos de invencibilidade no Estádio do Café, Joel seguiu infernizando a defesa santista. O africano de 20 anos, sempre acompanhado do voluntarioso Paulinho, criou boas chances para ampliar, enquanto o Santos viveu das descidas perigosas - e promissoras - de Emerson Palmieri e Zeca.

O gramado irregular e a falta de entrosamento, diminuíram as chances de reação do Peixe. Oswaldo de Oliveira pensou e buscou no banco de reservas um toque de qualidade que Geuvânio mostrou ter no Campeonato Paulista. Do outro lado, Cláudio Tencati, com 100 jogos à frente do Londrina, resolveu trancar a defesa.

A aposta de Oswaldo, entretanto, foi a que surtiu efeito primeiro: aos, 40 minutos, Geuvânio apareceu livre e tocou por cobertura para deixar o Santos vivo. Mas o contra-ataque armado por Tencati ainda estava à espera de uma chance e ela caiu nos pés oportunistas de Joel. O camaronês estufou a rede e o peito para comemorar a vitória do Tubarão aos 45 do segundo tempo.

No próximo domingo o Peixe, com os titulares, irá a campo pelo Campeonato Brasileiro. A equipe enfrentará o Internacional, no Beira-Rio, às 18h30. 

FICHA TÉCNICA
LONDRINA 2 x 1 SANTOS

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data/Hora: 31 de julho de 2014, às 21h
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Luiz Antonio Barbosa (ambos de MG)
Renda/público: R$ 435.560,00 / 14.334 pagantes
Cartões amarelos: Paulinho, Celsinho, Vítor, Joel e Diogo Roque (LON); Alan Santos, Renato e Emerson (SAN)
Gols: Joel, 23'/1ºT (1-0), Geuvânio, 40'/2ºT (1-1) e Joel, 45'/2ºT (2-1)

LONDRINA: Vítor, Lucas Ramon, Sílvio, Dirceu e Allan Vieira (Diego Prates, 33'/2ºT); Diogo Roque, Bidía (Leonardo Dagostini, 38'/2ºT), Léo Maringá e Celsinho (Rone Dias, 21'/2ºT); Joel e Paulinho. Técnico: Cláudio Tencati.

SANTOS: Vladimir, Zeca, Paulo Ricardo, Vinicius Simon (Nailson, 25'/1ºT) e Emerson; Alan Santos, Renato e Souza; Jorge Eduardo (Geuvânio, 31'/2ºT), Diego Cardoso e Stéfano Yuri (Giva, 31'/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.