icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
21/07/2014
18:54

O início da preparação do Avaí para o jogo contra o Palmeiras, quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil, teve duas caras novas na Ressacada, palco do jogo e do treino desta segunda-feira: Deivid e João Filipe. Enquanto o ex-goleador está aposentado desde março e iniciou um estágio com o técnico Geninho, o zagueiro que pertence ao São Paulo acertou por empréstimo até o fim do ano.

João Filipe adaptou-se rapidamente no Morumbi após deixar o Botafogo, em 2011. Tanto que ganhou do técnico Adilson Batista o apelido de Blackenbauer, em referência forçada ao craque alemão. O jogador, porém, caiu de rendimento quando Emerson Leão assumiu e tentou fazê-lo desistir das costumeiras arrancadas ao ataque. Na época, já havia sido comprado pelo clube e assinado por mais cinco anos.

Ele tem vínculo com o Tricolor até julho de 2015, mas estava encostado no CT das categorias de base, em Cotia, e não joga desde o fim do ano passado, quando estava emprestado ao Náutico. O jogador ainda não está inscrito no BID, mas nem se estivesse teria condições de estrear contra o Palmeiras. Com todo o elenco liberado após o treino da manhã, João Filipe treinou à tarde e iniciou uma programação especial de atividades com o fisioterapeuta do clube para entrar em forma.

Ironicamente, Deivid está inativo a menos tempo: decidiu se aposentar em abril, aos 34 anos, após deixar o Coritiba. Agora, tem o desejo de ser técnico de futebol e busca aprendizado com profissionais da área. 

Ao contrário do Palmeiras, que perdeu para Santos e Cruzeiro após a Copa do Mundo, o Avaí vem embalado depois da pausa: venceu Atlético-GO e Ponte Preta e ocupa a sexta posição na Série B. O lateral-esquerdo Carleto, autor do gol da vitória sobre a Macaca, não poderá atuar contra o Verdão porque já disputou a Copa do Brasil deste ano, justamente pela Ponte.