icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/08/2015
13:25

Na tarde desta sexta-feira, os atletas que vão disputar a edição de número 80 do maior evento de MMA da América Latina enfrentaram a balança e promoveram as tradicionais encaradas. O show acontece neste sábado, às 21 horas, no ginásio do Morumbi – SP.

Alexandre Cidade, da Tavares Team em Santa Catarina, assustou o presidente Wallid Ismail ao partir para cima de seu adversário Arlen Banks, do Ceará. Entretanto, para alívio do mandatário, o susto não passou de uma brincadeira dos atletas que já se conheciam e tinham combinado a “pegadinha”. Apesar do clima descontraído, ambos prometeram seriedade e entrega na Arena Jungle.

O peruano Jackson Mora, da Team FFC – Peru, ficou um quilo acima do limite dos médios (até 84 kg) e perdeu 1 ponto para o combate contra Quemuel Ottoni. Outra que não atingiu o limite da categoria foi Natasha Frazão, que marcou 54 quilos na categoria peso palha feminino (até 52kg) e subirá na Arena Jungle com 2 pontos a menos que sua adversária Debora Dias.

Os demais competidores passaram pela balança sem maiores problemas. Frente a frente com Zé Reborn para defender o cinturão dos moscas (até 57 kg), Bruno Menezes garantiu que seguirá como campeão da categoria. Alexandre Hoffmann, postulante ao topo dos médios (até 84 kg), disse que agora é o momento de concentrar e cuidar bem da alimentação. Segundo ele, o ritmo de treinamento foi forte e focado nas defesas de quedas e trocação – o intuito é dar show!

- Depois da pesagem é um processo de reidratação e alimentação balanceada. Fora isso é focar até a hora da luta e manter a concentração total para levar o cinturão para Porto Alegre. Treinei muito jiu-jitsu, mas o maior foco foi a trocação e muita defesa de queda. Pretendo manter a luta em pé para dar show na Arena - disse Hoffmann.

O Jungle Fight 80 terá 14 lutas de MMA e uma da Confederação Brasileira de Kickboxing que abre o evento. Duas disputas de cinturão: André Lobato e Alexandre Hoffmann lutam pelo topo dos médios (até 84 kg), enquanto Zé Reborn desafia o atual campeão dos moscas (até 57 kg), Bruno Menezes.

Na tarde desta sexta-feira, os atletas que vão disputar a edição de número 80 do maior evento de MMA da América Latina enfrentaram a balança e promoveram as tradicionais encaradas. O show acontece neste sábado, às 21 horas, no ginásio do Morumbi – SP.

Alexandre Cidade, da Tavares Team em Santa Catarina, assustou o presidente Wallid Ismail ao partir para cima de seu adversário Arlen Banks, do Ceará. Entretanto, para alívio do mandatário, o susto não passou de uma brincadeira dos atletas que já se conheciam e tinham combinado a “pegadinha”. Apesar do clima descontraído, ambos prometeram seriedade e entrega na Arena Jungle.

O peruano Jackson Mora, da Team FFC – Peru, ficou um quilo acima do limite dos médios (até 84 kg) e perdeu 1 ponto para o combate contra Quemuel Ottoni. Outra que não atingiu o limite da categoria foi Natasha Frazão, que marcou 54 quilos na categoria peso palha feminino (até 52kg) e subirá na Arena Jungle com 2 pontos a menos que sua adversária Debora Dias.

Os demais competidores passaram pela balança sem maiores problemas. Frente a frente com Zé Reborn para defender o cinturão dos moscas (até 57 kg), Bruno Menezes garantiu que seguirá como campeão da categoria. Alexandre Hoffmann, postulante ao topo dos médios (até 84 kg), disse que agora é o momento de concentrar e cuidar bem da alimentação. Segundo ele, o ritmo de treinamento foi forte e focado nas defesas de quedas e trocação – o intuito é dar show!

- Depois da pesagem é um processo de reidratação e alimentação balanceada. Fora isso é focar até a hora da luta e manter a concentração total para levar o cinturão para Porto Alegre. Treinei muito jiu-jitsu, mas o maior foco foi a trocação e muita defesa de queda. Pretendo manter a luta em pé para dar show na Arena - disse Hoffmann.

O Jungle Fight 80 terá 14 lutas de MMA e uma da Confederação Brasileira de Kickboxing que abre o evento. Duas disputas de cinturão: André Lobato e Alexandre Hoffmann lutam pelo topo dos médios (até 84 kg), enquanto Zé Reborn desafia o atual campeão dos moscas (até 57 kg), Bruno Menezes.