icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
02/07/2013
08:05

Negociação mais próxima de ser concretizada pelo Internacional até alguns dias atrás, a chegada de Júlio Baptista está mais longe de acontecer. Meia preferido para reforçar o elenco de Dunga, o jogador do Málaga voltou a emperrar as tratativas com seus pedidos elevados. O Inter ainda não decretou que desistiu do atleta, mas faz um recuo neste momento. O meia que fica mais próximo do Beira-Rio é Alan Patrick, do Shakhtar Donetsk. As negociações com os ucranianos estão adiantadas para um empréstimo de um ano.

Segundo relato de uma fonte da cúpula colorada, a pedida de Júlio Baptista assustou. O jogador teria apresentado os valores à diretoria na primeira conversa. Em um contato posterior, porém, aumentou os números. Essa atitude desagradou alguns dirigentes, o que resultou em uma diminuição do assédio ao meia do Málaga.

Após o amistoso entre o time de Messi e um combinado do resto do mundo, na noite desta terça-feira, a informação vazada pelos dirigentes colorados era de que Júlio iria para a Espanha para tentar a liberação junto ao Málaga. A partir daí, faltaria apenas o acerto financeiro com o Colorado, que estava bem encaminhado. No entanto, o otimismo colorado se transformou em uma cautela redobrada. Nesta segunda, o jogador concedeu entrevista para o diário Málaga Hoy que vai se reapresentar a equipe espanhola e que não irá rescindir seu contrato. Algo que foi considerado normal pelos dirigentes colorados. Ao reapresentar-se, meia também pode ouvir que não está mais nos planos dos europeus, pelo alto custo, e teria que diminuir a pedida. Esse é um dos raciocínios de uma fonte na cúpula vermelha.

Além da iminente contratação de Alan Patrick, o clube gaúcho também ainda espera anunciar um outro meia, com mais nome, para encorpar o grupo para a sequência do Campeonato Brasileiro. Além dos dois meio-campistas, Jorge Henrique foi contratado para o setor ofensivo. O lateral-esquerdo Alan pode chegar, embora a diretoria ainda negue de maneira oficial.

Negociação mais próxima de ser concretizada pelo Internacional até alguns dias atrás, a chegada de Júlio Baptista está mais longe de acontecer. Meia preferido para reforçar o elenco de Dunga, o jogador do Málaga voltou a emperrar as tratativas com seus pedidos elevados. O Inter ainda não decretou que desistiu do atleta, mas faz um recuo neste momento. O meia que fica mais próximo do Beira-Rio é Alan Patrick, do Shakhtar Donetsk. As negociações com os ucranianos estão adiantadas para um empréstimo de um ano.

Segundo relato de uma fonte da cúpula colorada, a pedida de Júlio Baptista assustou. O jogador teria apresentado os valores à diretoria na primeira conversa. Em um contato posterior, porém, aumentou os números. Essa atitude desagradou alguns dirigentes, o que resultou em uma diminuição do assédio ao meia do Málaga.

Após o amistoso entre o time de Messi e um combinado do resto do mundo, na noite desta terça-feira, a informação vazada pelos dirigentes colorados era de que Júlio iria para a Espanha para tentar a liberação junto ao Málaga. A partir daí, faltaria apenas o acerto financeiro com o Colorado, que estava bem encaminhado. No entanto, o otimismo colorado se transformou em uma cautela redobrada. Nesta segunda, o jogador concedeu entrevista para o diário Málaga Hoy que vai se reapresentar a equipe espanhola e que não irá rescindir seu contrato. Algo que foi considerado normal pelos dirigentes colorados. Ao reapresentar-se, meia também pode ouvir que não está mais nos planos dos europeus, pelo alto custo, e teria que diminuir a pedida. Esse é um dos raciocínios de uma fonte na cúpula vermelha.

Além da iminente contratação de Alan Patrick, o clube gaúcho também ainda espera anunciar um outro meia, com mais nome, para encorpar o grupo para a sequência do Campeonato Brasileiro. Além dos dois meio-campistas, Jorge Henrique foi contratado para o setor ofensivo. O lateral-esquerdo Alan pode chegar, embora a diretoria ainda negue de maneira oficial.