icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
29/11/2013
17:35

Peça-chave nas investigações do acidente na Arena Corinthians, o operador do guindaste, José Walter Joaquim, de 56 anos, era aguardado nesta sexta-feira no 65° Distrito Policial, de Artur Alvim, para prestar depoimento, mas não compareceu.

Com ausência justificada - e causa não revelada à imprensa -, ele já tem nova data para falar com o delegado Luiz Antonio da Cruz: dia 5 de dezembro, às 11h. José Walter Joaquim conseguiu se salvar no acidente ao perceber que o guindaste LR11350 estava para desabar. A fatalidade deixou dois mortos: Fábio Luiz Pereira e Ronaldo Oliveira dos Santos, que perderam a vida com o impacto do veículo.

Hoje, a Polícia Civil trabalha com três hipóteses: falha humana, problema mecânico na máquina ou instabilidade no terreno. Ninguém foi ouvido pelo delegado nesta sexta-feira, mas a Polícia Técnico-Científica segue fazendo as suas investigações.