icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena e Thiago Ferri
13/11/2014
21:21

Embora Jorge Sampaoli tenha dito que estudará a possibilidade de liberar Valdivia da seleção chilena neste fim de semana, Paulo Nobre não espera ter seu principal jogador para domingo, no clássico contra o São Paulo. O clube pediu a volta do jogador antes do prazo para que ele pudesse disputar o Choque-Rei e ainda aguarda uma resposta, mas o dirigente é cético:

- Acho muito difícil. Chance sempre tem, né? Mas... Ele não vai vir. Acho muito difícil liberarem agora porque eles vão ter um grande problema com os outros convocados. E para a gente faz uma diferença muito grande - resumiu o dirigente, em entrevista ao LANCE!Net.

Nesta sexta, o Chile enfrenta a Venezuela e o meia será titular - terça, a equipe pega o Uruguai. O Verdão já havia manifestado à federação do país o interesse de usar o camisa 10 no fim de semana, mas não obteve resposta.

Sampaoli agora alega que dependerá de sua análise após este jogo para definir se Valdivia poderá viajar para o Brasil e jogar domingo no Morumbi, ou se a sua volta será apenas na quarta, contra o Sport, na estreia do time no Allianz Parque.

Apesar da possibilidade remota, Valdivia não forçou o terceiro cartão amarelo contra o Atlético-MG, no último sábado. Ele, porém, garantiu presença apenas no confronto com o Rubro-Negro. Nesta tarde, o técnico Dorival Júnior testou a equipe com Mazinho na vaga do armador. Caso ele consiga voltar, o camisa 27 e Diogo correm o risco de perder a vaga entre os titulares.