icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
04/11/2014
21:13

O meia Paulo Baier, do Criciúma, entrou com um processo contra o Atlético-PR. O jogador cobra cerca de R$ 600 mil do Furacão por danos morais. O motivo foi a promessa do clube paranaense em renovar seu contrato para 2014, o que acabou não acontecendo. Na ocasião, o presidente Mario Celso Petraglia afirmou que contava com o meia, mas o conselho acabou rejeitando a ideia.

- Ele tinha o cumprimento de todo o contrato e estipulamos esse valor para acordo. É o valor que seria do cumprimento do contrato integral de 2014. Toda a imprensa noticiou na época e foi muito frustrante - disse a advogada de Paulo Baier, Liselaine Marques de Castro Rosa, em entrevista ao site "Globoesporte.com".

A primeira audiência entre as partes aconteceu na última segunda-feira, mas não houve acordo. Mesmo assim, a tendência é que tanto Paulo Baier, quanto o Atlético-PR cheguem a um acordo no próximo encontro, que está marcado para julho do ano que vem.