icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/11/2013
01:28

O movimento Bom Senso FC ganhou destaque na 34° rodada do Campeonato Brasileiro. Jogadores de todos os times cruzaram os braços ao apito dos árbitros dando o início aos jogos. Um dos líderes do grupo, o zagueiro Paulo André, do Corinthians, prometeu ações mais fortes caso a CBF não atenda o pedido dos atletas. O recado foi mandado após a vitória alvinegra sobre o Coritiba, no Couto Pereira.

- Vamos aumentar o número e o tom das manifestações caso a CBF não tenha bom senso. Esperamos ser atendidos, é para o bem do patrocinador, de quem organiza, da televisão, para todos. Eu acho que é um tiro no pé ir contra as nossas reclamações - disse ele.

Questionado sobre quais serão as próximas medidas, o beque do Timão falou que todos os jogadores vão se reunir para tomar novas decisões.

- Vamos fazer o balanço do que aconteceu hoje (quarta), tem mais três jogos na quinta e nos jogos da Série B também terá manifestação. Aí aguardaremos a CBF até o início da outra rodada - explicou.

Por fim, Paulo André ressaltou o apoio das torcidas espalhadas por todo o Brasil. Segundo ele, no momento das ações, as arquibancadas bateram palmas para os atletas que entraram em campo.

- Ouvimos aplausos do torcedor, que está entendendo que não é um movimento pró-atleta e sim pelo futebol em geral - concluiu.

Jogadores de São Paulo e Flamengo burlam proibição e protestam