icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
27/11/2013
20:02

A morte de Nilton Santos, de 88 anos, na tarde desta quarta-feira, deixou os alvinegros de luto. Como não poderia ser diferente, o também ídolo alvinegro Paulinho Criciúma lembrou com carinho do eterno camisa 6 e contou detalhes da preleção histórica da Enciclopédia do Futebol antes da partida decisiva contra o Flamengo, pela final do Campeonato Estadual de 1989, conquistado pelo Botafogo.

- Nos sentimos protegidos. Como ele era uma pessoa muito gentil, nos passou confiança para encarar o Flamengo, que tinha um time muito bom. Lembro dele dizendo que o espórito de Garrincha estava presente no vestiário conosco - disse Criciúma, que continuou a rasgar elogios ao maior lateral-esquerdo de todos os tempos.

- O Nilton Santos se sentia em casa quando estava no Botafogo. Ele parecia estar no quarto da casa dele. Era algo impressionante. Tive o privilégio de conhecer esse ídolo do Botafogo. Fico muito triste com a morte dele - finalizou.

Homenagem a Nilton Santos, ídolo do Botafogo e da Seleção