icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/11/2014
18:54

Dos pés de quem menos se esperava saiu um lance espetacular, que definiu a vitória do Internacional sobre o Goiás, neste domingo, no Beira-Rio. Esqueça a magia de D'Alessandro, a presença de área de Rafael Moura ou a velocidade de Jorge Henrique. O que garantiu a vitória colorada foi um golaço de bicicleta do zagueiro Paulão. Isso mesmo. O defensor protagonizou um lance que guardará por toda a carreira e fez o Inter vencer por 1 a 0, pela 34ª rodada do Brasileirão.

Com isso, o time gaúcho se mantém no G4, empatado com o rival Grêmio nos 60 pontos, mas com um jogo a mais. Já o Goiás estacionou nos 44 pontos, na zona intermediária da tabela. Na próxima rodada, o Goiás visita o Corinthians, quarta-feira. O Inter folga no meio de semana porque a partida contra o São Paulo foi antecipada e já aconteceu. O time gaúcho só volta a campo no sábado, contra o Atlético-MG, de novo em casa.

O time de Abel Braga poderia ter aberto o placar no primeiro tempo. Afinal, foi grande o domínio colorado, aproveitando um Goiás propositalmente entrincheirado na defesa. D'Alessandro, por exemplo, travou um duelo acirrado com o lateral.

MAIS:
> Confira como foi o jogo, lance a lance
> E estatísticas, posse de bola, etc...

Só que faltou pontaria e sorte nas melhores chances criadas pelo Inter durante os 45 minutos iniciais. Duas oportunidades foram emblemáticas. A primeira delas caiu no pé do zagueiro Ernando, dentro da área, que já tinha batido o goleiro Renan, mas inexplicavelmente acertou a trave.

Por falar em Renan, que foi formado no próprio Inter, ele mostrou estar em ótima forma técnica ao fazer uma defesa muito difícil na segunda chance clara do Inter, quando Rafael Moura deu uma forte cabeçada, mas não marcou.

No segundo tempo, o Goiás continuou com a proposta cautelosa. O Esmeraldino jogou por uma bola, uma brecha que o Inter desse. Mas ela não veio. A marcação do time visitante estava sendo eficiente mesmo quando Abel deixou o Colorado com dois centro-avantes - colocando Wellington Paulista em campo.

O Inter foi ficando sem jogadas, sem espaço e sem tempo. Mas aí o imponderável apareceu. Paulão, que tinha entrado nos primeiros minutos da etapa final, aproveitou como nunca a bola espirrada na zaga após cobrança de escanteio. O zagueirão mandou uma bicicleta certeira, pegando em cheio na bola e deixando Renan sem reação. O mesmo não dá para dizer dos colorados, que foram ao delírio com a pintura do defensor.

Depois do golaço, marcado aos 33 minutos, o Inter não teve muito trabalho para segurar o bom resultado dentro de casa, fundamental para a pretensão de jogar a Libertadores em 2015.

INTERNACIONAL 1 X 0 GOIÁS

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data/Hora: 16/11/2014, às 17h (de Brasília)
Àrbitro: Marielson Alves da Silva (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha Matos (BA) e Adson Lopes (BA)
Cartões amarelos: Bertotto, Alan Ruschel (INT); Tiago Real, Esquerdinha, David (GOI)
Gols: Paulão, 33'/2ºT (1-0)

INTERNACIONAL: Alisson; Wellington Silva, Ernando, Alan Costa (Paulão, 7'2ºT) e Alan Ruschel; Willians, Bertotto (Wellington Paulista, 28'/2ºT), Jorge Henrique, D'Alessandro e Alan Patrick (Valdivia, 15'/1ºT); Rafael Moura. Técnico: Abel Braga

GOIÁS: Renan; Tiago Real, Felipe Macedo, Alex Alves e Felipe Saturnino; Amaral, David, Thiago Mendes, Esquerdinha (Bruno Mineiro, 38'/2ºT) e Ramon (Samuel, 18'/2ºT); Erik. Técnico: Ricardo Drubscky