icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/03/2014
07:50

O palmeirense, que não é acostumado a ver sua categoria de base ter destaque, vibrou ao três jogadores formados no clube serem decisivos na vitória de domingo por 3 a 1 sobre o Paulista, no Teixeirão. Primeiro, Vinicius serviu a Miguel, que fez 2 a 1, e no fim Patrick Vieira selou o placar do confronto. De volta após uma passagem pelo Yokohama (JAP) no segundo semestre do ano passado, o meia-atacante se declarou ao Verdão.

- Estou feliz para caramba, contente de estar aqui, o clube em que eu gosto, que amo de paixão, que minha família gosta - falou Patrick.

- Depois de voltar do Japão, estava esperando este momento de fazer o gol pelo Palmeiras. Estou retomando a forma para jogar em alto nível, recuperar minha forma e mostrar o futebol que sempre quis, para ajudar ao time - completou.

Em meio a esta retomada de boa fase, Patrick ainda tem futuro incerto. Seu contrato é válido até dezembro e as negociações para renovar, que acontecem desde o ano passado, estão travadas, pois o atleta não deseja receber por um contrato de produtividade - prática adotada pela diretoria de Paulo Nobre desde o início de 2014. Titular nos últimos dois jogos, o atleta disse querer evitar polêmica e deixou o assunto para seu estafe.

Vinicius, por sua vez, não fez gol nos 3 a 1 dessa rodada, mas realizou boa partida aberto pelo lado esquerdo, de onde surgiu a jogada do segundo tento alviverde. Parceiro de Miguel desde as categorias de base, ele recebeu elogios do parceiro e brincou pela fase de "garçom".

- Importante é sair com o resultado positivo, mas fico feliz por ter feito uma bela partida e ter dado o passe para o Miguel. Já estou me sentindo um meia, porque dou mais passe do que faço gol. Já já viro mais uma opção - brincou Vinicius.

- A gente (Vinicius e ele) joga junto há muito tempo, desde 2007. Até agradeci a ele porque é muito gratificante fazer um gol em um time tão grande - completou Miguel, que foi às redes pela equipe profissional do Verdão pela primeira vez, em seu quinto jogo pelo time.