icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2014
00:30

O gol marcado em cobrança de pênalti cedida por Rogério Ceni, na vitória de 2 a 1 sobre o Bragantino, nesta quarta-feira, também originou longo discurso de Alexandre Pato após a partida. Feliz por voltar a ser titular e por marcar um gol após sete jogos, o atacante revelou que recebeu algumas propostas de fora, mas afirmou que quer cumprir seu contrato com o São Paulo, até dezembro de 2015.

– Quero ganhar muitos títulos no São Paulo e, a cada vez que chego no CT, agradeço por esta em um grande clube. Como o Rogério disse, não existe nenhum lugar igual no Brasil. Quero ganhar essa Copa do Brasil e entrar na história. Houve algumas propostas, sim, mas isso não é com o São Paulo, é com o Corinthians. Aconteceram, não vou mentir, mas não quero sair. Quero ficar no São Paulo e fazer todo meu empréstimo – afirmou o camisa 11.

Pato citou o Corinthians porque o clube é o dono de seus direitos econômicos e quem tem poder para negociá-lo. O Tricolor, porém, só é obrigado a liberá-lo antes do empréstimo em caso de oferta superior a 15 milhões de euros (cerca de R$ 45 milhões).


Pato também falou das críticas que tem recebido, inclusive de Muricy, e vê exagero da imprensa.

– Sei das cobranças, mas as mais importantes são do grupo e do técnico. Às vezes, vocês (jornalistas) aumentam as coisas. É cobrança normal. Você ouve, às vezes sai faísca, mas no vestiário fica certo – afirmou.

Com o tento anotado nesta quarta-feira, Pato chegou a quatro pelo São Paulo, em 17 partidas disputadas. Ele, porém, tem sido reserva do time. Muricy queixa-se da falta de movimentação do atleta e repete que ele precisa querer mais.