icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
25/06/2014
12:14

Ainda que empresas de bebidas alcoólicas sejam patrocinadoras da Copa, a Fifa e o Comitê Organizador Local confirmaram que existe a chance de que a comercialização de cerveja seja vetada nos estádios em partidas consideradas de alto risco de segurança.

- Há sempre a possibilidade de fazer isso em partidas de alto risco. Na Alemanha e África do Sul já estava no regulamento - confirmou a porta-voz da Fifa, Delia Fischer, no encontro diário com jornalistas no Maracanã.

O COL seguiu a mesma linha e confirmou que está monitorando os efeitos que a bebida pode ter nos torcedores e acrescentou que a organização do Mundial levará em conta o veto se houver recomendação de algum dos órgãos de segurança envolvidos na competição, como a Polícia Militar, por exemplo.

Mas, da mesma forma, há a preocupação com os tumultos que a falta de bebida no estádio possa causar. Na Copa das Confederações houve torcedores que reclamaram de forma exagerada do fim da venda a 20 minutos antes do apito final e isso causou confusão.