icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/03/2014
07:03

Com 34 gols marcados em 13 partidas, o Santos detém a marca de melhor ataque do Campeonato Paulista, competição na qual já está classificado para as quartas de final, e ocupando liderança do Grupo C. Quatro jogadores dividem a artilharia com cinco gols cada - Geuvânio, Gabriel, Cícero e Thiago Ribeiro. Logo na sequência, com quatro gols marcados em oito jogos, está a principal aposta da diretoria santista para 2014: Leandro Damião.

O ex-atacante do Internacional está se mostrando cada vez mais participativo em campo, e não fica preso dentro da área. Apesar da equipe vir de três goleadas seguidas (5 a 0 contra o Bragantino, 5 a 2 no Mogi Mirim e 4 a 1 no Oeste), o participativo atacante avisa que os gols podem ficar mais raros na reta final do Paulistão, quando o Santos provavelmente vai encarar clássicos para brigar pelo título.

- Hoje o Palmeiras, que é um grande time, tem os mesmos pontos que a gente, mas nós pensamos em ser campeões. Dentro disso, não adianta pensar só em goleada, porque 1 a 0 também é vitória. Clássico é um jogo diferente e quanto mais rivais diretos se classificarem, mais dificeis serão os jogos - disse Damião, em entrevista à ESPN.

Neste domingo, às 18h30, o Peixe enfrenta o Rio Claro e, no final de semana seguinte, terá o Palmeiras pela frente no encerramento da primeira fase do Estadual. Com oito jogos seguidos realizados, Damião não pensa em ser poupado, e ainda revela o segredo para sua condição física nestes primeiros jogos com a camisa alvinegra.

- Não só jogo pelo Santos, como também faço um tratamento especial com o Ricardo Rosa (preparador físico do clube) para poder jogar sempre e não me lesionar mais como foi no Inter - informou, antes de identificar a estratégia de jogo do técnico Oswaldo de Oliveira.

- O time ataca muito, e isso é orientação do Oswaldo. Os laterais sobem muito bem, os volantes chegam e os atacantes se movimentam. Eu nunca fui jogador de ficar parado. Saio da área, ajudo a armar, às vezes deixo o Gabriel descansando e eu mesmo volto para marcar... Nossa estratégia é gostar do jogo - entregou.