icons.title signature.placeholder Daniel Bortoletto
27/03/2014
20:56

O hexacampeonato mundial, caso seja conquistado pelo Brasil, em julho, deverá ser creditado, em boa parte, para a Copa das Confederações. Quem garante é Carlos Alberto Parreira, coordenador técnico da Seleção. Para ele, o título obtido no Maracanã, no ano passado, com vitória sobre a Espanha, após passar ainda por México, Japão, Itália e Uruguai, mudou o atual time de Felipão.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Parreira chega a Londres visando últimas avaliações para a Copa

- Se houve algo importante na Copa das Confederações foi a volta da autoestima da Seleção. O time ganhou uma confiança muito grande depois dali, vencendo o rival a ser batido no momento (Espanha). E foi bom ainda para recuperar o torcedor. Aquela chama deles, nos apoiando o tempo todo, passa para dentro de campo. E é muito importante - disse Parreira, no início da noite desta quinta-feira, em um evento da Gatorade, em Londres.

Como exemplo, ele citou uma das marcas registradas da torcida brasileira na última edição da Copa das Confederações.

- Cantar o hino depois que a música para no estádio.