icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/04/2014
20:10

O Paris Saint-Germain está muito próximo de repetir o feito da última grande geração do clube. Basta não perder por 2 a 0 ou por três gols de diferença no duelo desta terça-feira, contra o Chelsea, às 15h45 (horário de Brasília), em Stamford Bridge, pelo jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões.

Com a vaga carimbada na semifinal, Ibrahimovic, Cavani, Thiago Silva, Lucas e companhia igualarão a marca estabelecida por Raí, Ricardo Gomes, Valdo e Weah, em 1994-1995. Naquela temporada, o PSG passou por cima de dois gigantes, sendo eliminado pelo Milan, com uma ótima impressão.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Confira os jogadores brasileiros que já passaram pelo PSG

A equipe da capital atravessou a fase de grupos com 100% de aproveitamento, vencendo duas vezes o Bayern de Munique dirigido pelo italiano Giovanni Trapattoni. Nas quartas de final, seguiu invicto com uma vitória e um empate nos duelos contra o Barcelona do mito holandês Johan Cruyff.

Aquela Champions representou o auge de um elenco que colocou o Paris Saint-Germain no mapa do futebol europeu pela primeira vez.

Antes, na faixa dos 20 e poucos anos, o clube lutava para ganhar o reconhecimento na França, com apenas dois títulos nacionais (1985-86 e 1993-94). Tradição e conquistas foram duas palavras que não faziam parte do vocabulário dos parisienses.

Uma década depois, o Paris Saint-Germain ressurge, mas com outros métodos. A injeção de capital estrangeiro foi fundamental para o clube ter uma constelação de craques capaz de fazer frente aos principais rivais na Europa.

Se o Paris Saint-Germain ficará marcado como grande, só o tempo responderá. No entanto, dirigentes e jogadores estão conseguindo elevar o patamar do clube a cada ano.

– É o grande sonho do público francês ver uma equipe representar o país e ficar entre as quatro melhores do mundo. Estamos a 90 minutos de entrarmos para a história – declarou o volante Matuidi, em entrevista coletiva.