icons.title signature.placeholder Murilo Dias
11/07/2014
16:59


Vestimenta de um dos detidos e o celular da vítima foram apreendidos pela polícia

A Polícia divulgou a identidade dos cinco agressores a um torcedor do Palmeiras na saída da Vila Belmiro, após jogo contra o Santos, em março deste ano. Gabriel Rocha Cardoso, Diego Mendes da Silva, Luan Júnior Magalhães Barros e Davison Mota foram presos nesta manhã de sexta, enquanto Carlos Henrique de Souza Ferreira está foragido. Todos têm ligação com a Mancha Alviverde. Diego já tem histórico problemático: ele esteve em uma briga com a Gaviões da Fiel, em 2012, e roubou o celular do agredido, há três meses.

De acordo com a investigação, Diego Mendes da Silva tomou o celular do conhecido blogueiro palmeirense e presenteou sua namorada. Ele, há dois anos, foi suspenso da Mancha, por conta de seu envolvimento no confronto com corintianos, na avenida Inajar de Souza, que resultou na morte de outros dois palmeirenses. Mais sete foram punidos por conta do envolvimento na época.

Imagens da Vila Belmiro auxiliaram a polícia - Agressosres destacados em vermelho, vítima destacada em verde

Davison, por sua vez, também foi indiciado em 2010, mas não teve o crime revelado. Desta vez, o quinteto é acusado de lesão corporal dolosa, quadrilha e roubo. Pesa ainda contra eles o fato de terem ameaçado tanto o blogueiro, quanto a delegada do caso, de acordo com o delegado-assistente, Mário Sérgio Pinto.

Todos ficarão presos por até 30 dias, enquanto as investigações não se encerram. Ainda segundo a polícia, os presos apresentaram depoimentos conflitantes, ora confirmando a briga, ora negando participação. De Diego, a entidade alega ter conseguido até apreender a exata roupa usada naquele dia. As imagens de segurança da Vila Belmiro ajudaram.

O agredido na época do ataque relatou ter levado um soco quando deixava o estádio, seguido por vários chutes, mas não sabia quem havia cometido o ataque. Ele sofreu fraturas em ossos da face, e precisou passar por uma cirurgia.

Foto do foragido (ao centro) e dos detidos