icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/02/2015
13:56

O Palmeiras não começou bem o Paulistão, mas ainda é o que se sai melhor no DUELO ENTRE OS 12 GIGANTES do futebol brasileiro. Somou 15% do total de votos, superando rivais não apenas de São Paulo, mas do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul.

Foram incluídos no duelo, além do Palmeiras, o São Paulo (12%), Corinthians (9%), Atlético-MG (8%), Fluminense e Botafogo (7% cada um), Cruzeiro, Internacional, Vasco, Flamengo e Santos (6% cada), e Grêmio (5%).

Se o Verdão não mostrou a qualidade que se esperava até agora, pelo menos no quesito quantidade o clube se destacou. Foi de longe o que mais contratou, ganhando algumas disputas com rivais. O maior exemplo foi o "drible" no São Paulo e Coritnhians no caso do atacante Dudu. Em poucas horas a diretoria do Palmeiras fez o que os rivais não conseguiram em dias. No total, foram 19 contratações, com destaque também para Cleiton Xavier, Alan Patrick, Aranha, Arouca, Zé Roberto... e por aí vai.

Segundo colocado, o São Paulo chegou a cogitar Samuel Eto'o e Wellington Nem, mas fechou mesmo com Adrian Centurión, meia-atacante do Racing, da Argentina, Dória, zagueiro que defendeu o Botafogo e estava encostado no Olympique, entre outros. Fechado, foram oito reforços.

O grande reforço do Corinthians foi a mais recente contratação. Trata-se do atacante Vagner Love, que já defendeu o rival Palmeiras, além de ter se destacado no Flamengo, onde atuou em duas oportunidades. Mas o Corinthians se reforçou também à beira do gramado, trazendo de volta o técnico Tite, o mesmo do título mundial de 2012.

O Atlético-MG se adiantou para fechar com Lucas Pratto, atacante do Vélez Sarsfield, da Argentina. O Flamengo estava de olho nele. Foram quatro reforços no total.


Fluminense e Botafogo são rivais também no "vaivém". O Tricolor fechou sete reforços, com destaque para Marlone, que apareceu no Vasco, mas estava no Cruzeiro. Já o Botafogo trouxe o técnico René Simões e o velho conhecido do futebol carioca Antonio Lopes, gerente de futebol. Em campo, no entanto, são muitos nomes novos - 13 -, porém desconhecidos. Destaque para Pimentinha (foto acima), atacante que chegou ao clube vindo do Sampaio Correa-MA.

Cruzeiro, Internacional, Vasco, Flamengo e Santos se igualaram no percentual de votos. A Raposa se desfez de muita gente, mas fechou com oito reforços, com destaque para Riascos, que chegou do futebol mexicano, Leandro Damião, ex-Santos, além do zagueiro Paulo André, ex-Corinthians que estava no futebol chinês.

O Inter fechou com cinco reforços, repatriando dois jogadores de frente. São eles Anderson, do Manchester Unites e que tem passagem pelo Grêmio, e o atacante Vitinho, ex-Botafogo e que estava no futebol russo. Vale destacar também o zagueiro Rever, ex-Atlético-MG.

Em seguida, dois cariocas aparecem no ranking, com cerca de 6% dos votos. O Vasco fechou 11 nomes, além do técnico Doriva. Entre os reforços vascaínos, vale destacar o meia Marcinho, que já vestiu a camisa do rival Flamengo, mas estava no Vitória.


E o Flamengo, por sua vez, iniciou a temporada com seis nomes novos no elenco. O atacante Marcelo Cirino (à esquerda, na foto), ex-Atlético-PR, chegou bastante badalado, por indicação do técnico Vanderlei Luxemburgo. Mas vale destacar também o zagueiro Bressan, ex-Grêmio, além do lateral direito Pará (Grêmio) e o meia Arthur Maia, que chegou à Gávea emprestado ao Vitória. Além deles, vale lembrar o volante Jonas, que atuou no Sampaio Correa-MA.

O elenco da Vila Belmiro tem sete nomes novos. Muita gente desconhecida, porém, outros mais famosos, como o veterano Elano, que estava sem clube e o atacante Ricardo Oliveira. Vale citar também o zagueiro Werley, que chega por empréstimo ao Grêmio. O Tricolor gaúcho, por sinal, fecha a lista com quatro contratações. Vale destacar o meia Douglas, ex-Vasco.