icons.title signature.placeholder Fabricio Crepaldi e Thiago Ferri
09/12/2013
08:02

A comissão técnica do Palmeiras já definiu os jogadores em fim de contrato que são as prioridades para a diretoria renovar. São eles: o atacante Leandro, o zagueiro Vilson e os volantes Márcio Araújo, Marcelo Oliveira e Charles.

Dos 13 atletas com vínculo até o fim do ano, são estes que a cúpula ou já começou a negociar uma prorrogação ou fará isso nos próximo dias.

Os casos mais complicados são os de Leandro e Vilson. O primeiro ainda tem contrato com o Grêmio, mas o Verdão tem a prioridade para renovar. O problema é que ele pedirá um aumento substancial após a boa temporada que realizou. As conversas estão em fase inicial ainda.

Já Vilson não tem mais ligação com o Tricolor gaúcho, mas as tratativas estão emperradas. Havia um valor acordado para a renovação antes, mas agora o Alviverde quer pagar menos e já chegou a sinalizar um contrato por produtividade.

Charles e Marcelo Oliveira pertencem ao Cruzeiro e o Palmeiras também tem a prioridade para renovar. Nesse caso, ambos já deixaram claro que querem permanecer e não deve haver grandes obstáculos para o acerto, até porque os dois não foram sempre titulares em 2013.

Márcio Araújo é o único que já era do Verdão antes. Ele quer ficar e Gilson Kleina gosta muito do jogador. Ainda não houve conversas, mas elas deverão começar nos próximos dias, uma vez que é visto como um jogador fundamental para a equipe.

Com os cinco colocados como prioridades, parte dos outros oito ficará em situação de “espera”. Isso porque a opção por renovar com eles vai depender dos reforços que o clube conseguir trazer até o fim do ano. Quem ficará nesta condição será Bruno, André Luiz, Wendel, Léo Gago, Ananias e Ronny. Caso a direção não tenha êxito em determinada posição, eles poderão ser procurados.

Fernandinho e Rondinelly completam a lista dos 13, mas já estão com as situações definidas. O primeiro retornará para o Oeste, com quem ainda tem contrato, enquanto o meia voltará para o Grêmio.

A demora nas definições tem irritado parte desses jogadores. Mesmo os que são prioridades não estão com nada avançado para definir a negociação.

Apesar da demora, o Palmeiras de 2014 já começa a ter um rumo. Resta saber se tudo que a direção planeja com os atletas dará certo.


Emprestados em situação igual

Além dos que estão em fim de contrato, os jogadores que estão emprestados a outros clubes e voltam no fim do ano também precisam ter suas situações definidas dentro do Palmeiras.

Tiago Real, Ayrton, Deola e Luan são os principais, mas a condição deverá ser a de esperar também. Caso o clube não consiga se reforçar como deseja, eles poderão ser opções. Os dois primeiros são os que têm mais possibilidades de alguma chance.

Luan está na mira do Internacional e não está nos planos da comissão técnica do Verdão, assim como o goleiro Deola.

Todos se reapresentarão no Verdão. Alguns jovens que estão emprestados também não deverão ser aproveitados.