icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/07/2013
17:37

O Palmeiras anunciou nesta sexta-feira a reestruturação das modalidades poliesportivas do clube, que será colocada em prática a partir de 2014. Por falta de patrocínio, o clube vai acabar com o profissionalismo nestas áreas, à exceção do basquete, que tem parceiro, e voltará as atenções para a formação de atletas nos esportes além do futebol (veja relação completa abaixo).

Além disso, o Verdão também criará um intercâmbio entre as categorias de base do futebol de campo e do futsal (dos 9 aos 17 anos), que terá suas equipes sub-20 e profissional extintas assim que o calendário desta temporada for cumprido.

- O modelo de esporte fora o futebol, a estrutura é bastante difícil. Fizemos um levantamento pelo mundo e pouquíssimos clubes têm modalidades olímpicas, duas no máximo. O Palmeiras não poderia ser diferente. Não adianta ter todas as modalidades sem representatividade. Por ser uma camisa de forte apelo popular, o torcedor não quer outra resposta que não seja a vitória. Isso acaba complicando o caso de ter equipes em todas as modalidades - explicou o diretor executivo José Carlos Brunoro.

Com relação à integração do futsal com o futebol, o clube contratará um profissional responsável para observar atletas do salão que poderão ser utilizados no campo. E o caminho inverso também será possível, como explica o dirigente.

- O Palmeiras nunca havia apresentado isso em conjunto ao futebol de campo. O futsal vai ser incorporado ao futebol de campo. Vamos ter um técnico que é preparado para ver os garotos com potencial para o campo. Aqueles que se adaptarem ao campo ficarão na modalidade. E também vamos fazer o trabalho inverso. Algum jogador que precise de aprimoramento de jogo rápido e habilidade, também poderá sair do campo para o futsal - continuou Brunoro, antes de concluir:

- Acredito que o Palmeiras sai de novo com uma dinâmica esportiva e vai dar uma contribuição enorme ao esporte olímpico brasileiro. Eu particularmente estou muito feliz de poder implementar isso e acho que é mais uma contribuição que o esporte precisa.

As modalidades que serão modificadas são as seguintes: atletismo, arco e flecha, basquete, futebol de mesa, futebol de salão, ginástica, karatê, hoquei, judê, levantamento de peso, tênis de mesa, vôlei, boxe, taekwondo e aikido.

O Palmeiras anunciou nesta sexta-feira a reestruturação das modalidades poliesportivas do clube, que será colocada em prática a partir de 2014. Por falta de patrocínio, o clube vai acabar com o profissionalismo nestas áreas, à exceção do basquete, que tem parceiro, e voltará as atenções para a formação de atletas nos esportes além do futebol (veja relação completa abaixo).

Além disso, o Verdão também criará um intercâmbio entre as categorias de base do futebol de campo e do futsal (dos 9 aos 17 anos), que terá suas equipes sub-20 e profissional extintas assim que o calendário desta temporada for cumprido.

- O modelo de esporte fora o futebol, a estrutura é bastante difícil. Fizemos um levantamento pelo mundo e pouquíssimos clubes têm modalidades olímpicas, duas no máximo. O Palmeiras não poderia ser diferente. Não adianta ter todas as modalidades sem representatividade. Por ser uma camisa de forte apelo popular, o torcedor não quer outra resposta que não seja a vitória. Isso acaba complicando o caso de ter equipes em todas as modalidades - explicou o diretor executivo José Carlos Brunoro.

Com relação à integração do futsal com o futebol, o clube contratará um profissional responsável para observar atletas do salão que poderão ser utilizados no campo. E o caminho inverso também será possível, como explica o dirigente.

- O Palmeiras nunca havia apresentado isso em conjunto ao futebol de campo. O futsal vai ser incorporado ao futebol de campo. Vamos ter um técnico que é preparado para ver os garotos com potencial para o campo. Aqueles que se adaptarem ao campo ficarão na modalidade. E também vamos fazer o trabalho inverso. Algum jogador que precise de aprimoramento de jogo rápido e habilidade, também poderá sair do campo para o futsal - continuou Brunoro, antes de concluir:

- Acredito que o Palmeiras sai de novo com uma dinâmica esportiva e vai dar uma contribuição enorme ao esporte olímpico brasileiro. Eu particularmente estou muito feliz de poder implementar isso e acho que é mais uma contribuição que o esporte precisa.

As modalidades que serão modificadas são as seguintes: atletismo, arco e flecha, basquete, futebol de mesa, futebol de salão, ginástica, karatê, hoquei, judê, levantamento de peso, tênis de mesa, vôlei, boxe, taekwondo e aikido.