icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/12/2013
08:18

Depois da confusão com a Fazenda da Espanha, de que não teria pago todos os impostos devidos nos últimos anos, o pai de Messi pode estar em outra confusão. De acordo com o jornal "El Mundo", ele estaria ligado a uma rede de narcotráfico e seria responsável pela lavagem de dinheiro. A Unidade Central Operativa da Guarda Civil (UCO) já teria aberto a investigação.

Segundo o jornal, Jorge Messi teria utilizado as partidas amistosas nas férias do craque do Barcelona, ainda antes da pré-temporada, para conseguir limpar o dinheiro. Ele ganharia entre 10% e 20% de comissão pelo papel.

Além de Messi, Daniel Alves, Pinto e Mascherano já teriam sido interrogados pela UCO dentro das próprias instalações do Barcelona. Os jogadores, incluindo o camisa 10, teriam deixado claro que não sabem de nada.

Recentemente, outro nome importante no futebol espanhol esteve ligado com problemas parecidos. O ex-jogador Jose Luís Caminero, que atualmente é dirigente do Atlético de Madrid, sofreu a mesma acusação.