icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
14:11

Pai do meia-atacante Luciano, Itamar Neves diz que o bom início do filho no Corinthians é uma resposta para dirigentes do Avaí, que deixaram o jogador sair "de mão beijada" de Santa Catarina. O Timão contou com a ajuda de um grupo de investidores para ficar com ele.

- Para quem não acredita no futebol dele, está aí. O menino está mostrando serviço, deixaram (dirigentes do Avaí) ele ir para o Corinthians de mão beijada, agora estão vendo o que ele pode fazer - disse Neves.

Ele deve reunir amigos para ver o jogo desta quarta-feira, contra o Linense, às 22h, em Lins. Nas duas primeiras partidas, Neves e a mãe de Luciano, Luci, foram ao Pacaembu ver os dois primeiros jogos do filho (no primeiro, ele jogou apenas alguns segundos).

COM A PALAVRA
ITAMAR NEVES, PAI DE LUCIANO, AO LANCE!Net:

"O Luciano está bem, né? Para quem não acredita no futebol dele, está aí. O menino está mostrando serviço, deixaram (dirigentes do Avaí) ele ir para o Corinthians de mão beijada, agora estão vendo o que ele pode fazer. Eu fui nos dois jogos, aquele que o Luciano entrou apenas dois minutos (contra o Rio Claro) e nesse último, que ele marcou dois gols. Foi uma emoção grande vê-lo ali, tão de perto. Eu tinha visto o jogo de estreia dele pelo Atlético-GO, que ele fez gol contra o Internacional, mas não se compara, não. Foi bom ver que a torcida ficou feliz com ele. Eu não contei para ninguém que estava do meu lado que eu era pai dele, não gosto disso. Vou torcer para ele entrar mais uma vez amanhã (nesta quarta-feira, contra o Linense) e fazer outro grande jogo. Ele tendo chance de jogar tenho certeza de que mostrará seu futebol. Minha família estará aqui em casa vendo pela TV e torcendo. Eu penso que o Luciano vai fazer gol em todos os jogos. Sei que isso não será sempre assim, mas me faz bem pensar assim. Mas tenho certeza que, se o Luciano não marcar, ele não deixará de lutar em campo e ter raça. É o jeito dele."