icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/04/2014
20:33

O pai e empresário de Elias, Eliseu Trindade, manifestou-se contra o Sporting (POR). Ele afirmou que tinha tudo acertado com o Timão e que foi "coagido e enganado" pelo clube português, que detém 50% dos direitos econômicos do volante.

Eliseu diz ter aberto mão de uma série de situações para trazer o filho de volta para o Brasil. Uma delas seria retirar uma ação na Fifa, na qual Elias cobra vencimentos atrasados em sua passagem por Portugal.

- Fui coagido e enganado pelo Sporting. Nos fizeram abrir mão de dívidas e até da ação na Fifa para liberá-lo. Aceitamos pelo bem do jogador, que queria voltar, mas não deixaram o negócio andar. O sentimento é de muita decepção - disse, em entrevista à ESPN Brasil.

Além de pôr culpa do fracasso na negociação no Sporting, o pai de Elias disse que tinha tudo acertado com o Corinthians, entre salários e luvas.

- Não é novidade para ninguém que Elias quer voltar. Com o Corinthians já estava tudo conversado faz dias - explicou.

Segundo o diretor de futebol Ronaldo Ximenes, o Timão recebeu uma contraproposta "indecente". A ideia dos portugueses era receber os 4 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões) pedidos inicialmente e ainda 50% do valor de venda de jogadores das categorias de base alvinegra. Citaram Malcom, Pedro Henrique, Fabiano, Zé Paulo e Guilherme Arana, todos recém-promovidos após a Copinha.