icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2014
07:00

Sem poder contar com os atacantes Leandro Damião e Thiago Ribeiro, o técnico Oswaldo Oliveira optou por Geuvânio e Rildo, na derrota para o Fluminense, por 1 a 0, no Raulino de Oliveira. Os dois foram substituídos, mas não preocupam para sequência da competição. A principal crítica do treinador, foi quanto ao calendário.

- O Rildo e o Geuvânio são jogadores que se expõe demais. Eles correram muito contra o Palmeiras. E desde então não deu tempo de eles se recuperarem. Até porque jogamos com uma dia a menos de recuperação do que o Fluminense. Faz uma diferença muito grande 24 horas. O Fluminense jogou na quarta e nós jogamos na quinta. Isso temos de ter cuidado, porque já aconteceu em outras oportunidades. O Santos tem jogado repetidamente às quintas. E isso não é benéfico para nós porque sempre jogamos contra quem jogou quarta ou sábado, então estamos sempre em desvantagem de 24 horas - reclamou o técnico do Peixe.

Na próxima partida o Santos pega a Chapecoense, novamente com um dia a menos de descanso, já que o time catarinense jogou sábado contra o São Paulo. Para o jogo na Vila Belmiro, Oswaldo vai poder contar com a volta de Damião e Ribeiro, mas não garantiu a titularidade dos dois.

- Prefiro ir avaliando. Na quarta-feira faremos um jogo-treino extamente para avaliá-los. Não sei se o Damião terá condições de participar desse jogo-treino. O Thiago com certeza. Pelo menos para o banco (contra a Chapecoense), pretendo colocá-los - finalizou o comandante do Santos.