icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/07/2013
10:28

Caso o desempenho de Vitinho como substituto de Fellype Gabriel não seja aprovado nas próximas partidas, o técnico Oswaldo de Oliveira já tem uma opção pronta no banco de reservas do Botafogo: o volante Renato. Após conviver com inúmeras lesões na metade final da temporada passada e no início de 2013, o camisa 8 está plenamente recuperado e vem retomando seu espaço no elenco aos poucos, principalmente com boas atuações nos treinamentos.

- Renato treinou várias vezes na semana passada fazendo as funções do Fellype Gabriel. Ele é um jogador de muita técnica e qualidade. Posso pensar em tê-lo no time, mas com funções diferentes - disse o treinador do Glorioso.

Após ficar 24 dias sem jogar - devido à paralisação no calendário para a disputa da Copa das Confederações -, Oswaldo mostrou-se aliviado com o retorno do Alvinegro aos jogos oficiais. E também mostrou muita preocupação com a saída de jogadores. Após o título estadual, ele chegou a declarar que o maior reforço do Botafogo seria a manutenção do elenco.

- Nossa intenção era que não saísse ninguém. Ganhamos um Carioca e tivemos um bom início no Brasileiro. Isso se deve ao trabalho dos jogadores que temos. Nem sempre vamos conseguir reposições. Espero que não saia mais ninguém e que o clube resista ao assédio da janela de transferências.

Caso o desempenho de Vitinho como substituto de Fellype Gabriel não seja aprovado nas próximas partidas, o técnico Oswaldo de Oliveira já tem uma opção pronta no banco de reservas do Botafogo: o volante Renato. Após conviver com inúmeras lesões na metade final da temporada passada e no início de 2013, o camisa 8 está plenamente recuperado e vem retomando seu espaço no elenco aos poucos, principalmente com boas atuações nos treinamentos.

- Renato treinou várias vezes na semana passada fazendo as funções do Fellype Gabriel. Ele é um jogador de muita técnica e qualidade. Posso pensar em tê-lo no time, mas com funções diferentes - disse o treinador do Glorioso.

Após ficar 24 dias sem jogar - devido à paralisação no calendário para a disputa da Copa das Confederações -, Oswaldo mostrou-se aliviado com o retorno do Alvinegro aos jogos oficiais. E também mostrou muita preocupação com a saída de jogadores. Após o título estadual, ele chegou a declarar que o maior reforço do Botafogo seria a manutenção do elenco.

- Nossa intenção era que não saísse ninguém. Ganhamos um Carioca e tivemos um bom início no Brasileiro. Isso se deve ao trabalho dos jogadores que temos. Nem sempre vamos conseguir reposições. Espero que não saia mais ninguém e que o clube resista ao assédio da janela de transferências.